Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

14
Nov17

"Deixa-me Ir"

João Jesus e Luís Jesus

france-1979547_1920.jpg

 Deixa-me ir embora

Deixa-me estar sozinho,

Preciso de tempo para mim,

Apenas um bocadinho.

 

Estou a dar em doido,

Estou prestes a rebentar,

Preciso apenas de tempo e espaço

Para poder desanuviar.

 

Quero esconder a cara,

Fugir do mundo por segundos

Embrenhar-me apenas,

Nos meus pensamentos mais profundos.

 

Só quero estar sozinho,

É tudo o que te vou pedir!

Quero estar quieto

Ou a minha cabeça vai explodir.

 

Temos dias tão maus,

Dias tão tristes,

Não quero falar um pouco

Nem mesmo se insistes.

 

Deixa-me ir,

Deixa-me fugir,

É a única coisa que te estou a pedir.

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

 

11
Ago17

"Família"

João Jesus e Luís Jesus

family-591579_1920.jpg

 

O amor está presente em todas elas,

Sem ela não conseguimos passar,

Mesmo que tenham alguns conflitos,

A família havemos sempre de amar

 

Pai, mãe e filhos

Os mais importantes membros familiares,

Também existem os avós e os tios,

Tais como os animas, umas adições peculiares

 

O pai gere a família,

Também serve para a proteger

Se alguém fizer mal aos seus filhos,

Nada o pode deter

 

A mãe ensina-os a ser educados,

Foi ela que os deixou nascer

Cuida deles quando estão assustados

E ensina-os a crescer

 

Os filhos são a alegria da família,

Brincam sem parar,

Por vezes aleijam-se

E querem um beijinho para a ferida sarar

 

Todos juntos são uma família,

Cada um com a sua função,

Se precisarmos de ajuda

Eles nunca nos deixarão.

 

Calor

 

 

 

09
Ago17

"Só Porque Sinto" - Ana Ribeiro

João Jesus e Luís Jesus

1c52df7ad70937a0711e831fb92c1fc6.jpg

 

Só porque (te) sinto
Permaneço
Mantenho-me ligada a ti
Como uma linha invisível 
E inquebrável
Nunca te esqueço
 
Só porque sinto
Continuo a amar(-te)
Do mesmo jeito
E na mesma proporção
A querer-te
E a desenhar(-te)
Em mim
E nunca te perco
Só preciso do teu coração
 
Só porque sinto
Hoje e sempre
Não te minto
Pressinto
 
Só porque sinto
Te protejo
Não te falho
Te abraço
Te desejo
 
Só porque sinto
Desbravo caminhos
Corro atrás do meu instinto
Procuro-te
Ao meu lado
Só porque te sinto
 
Só porque sinto
Desabrocho para ti
Como a flor mais bela
Ilumino-me como o pôr-do-sol 
Mais intenso.
E amadureço
Mantendo-me (sempre) aqui.

 

Só porque sinto

Persisto
Luto
E insisto
Porque para toda a eternidade
Quero fazer parte de ti.
 
Texto de Ana RIbeiro, escritora e blogger do blog "Escreviver"
 

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL