Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

29
Abr18

TAG dos 50% - Melhores e Piores do 1º Trimestre - 2018

João Jesus e Luís Jesus

tag.png

Olá a todos!

Sei que não têm visto muita atividade aqui no blog, mas decidi fazer uma pausa, porque achei que o blog já não estava a ter a mesma "fama" que tinha há alguns tempos atrás e também precisava de descansar um pouco, pois é cansativo chegar a casa num dia cheio de testes e ainda ter de pensar em algo para agendar.

Mas pronto, acho que já é tempo de voltar e em breve, o blog voltará ao normal!

Hoje decidi responder a uma tag, que já respondi há dois anos atrás. Mas muita coisa mudou e então decidi responder outra vez! Espero que gostem!

Nomeio para esta TAG, a escritora Ana Ribeiro, do blog "Escreviver"! Passem no seu blog e dêm uma olhada, porque acho que ela é uma escritora muito talentosa e além disso, temos um texto dela todas as quartas feiras aqui no blog! 

Ok, vamos começar.

_____________________________________________________________________________________

 

1 - O melhor livro que você leu até agora, em 2018?

Se fosse coleção em vez de livro, de certeza responderia "Casa da Noite". Mas até agora, o melhor livro que li em 2018 foi "Tia Guida" do André Fernandes.

 

2 - A melhor continuação de uma saga que você leu até agora, em 2018?

"Traída", o segundo livro de Casa da Noite! É um dos meus livros preferidos da coleção.

 

3 - Algum lançamento de primeiro trimestre de 2018, que você ainda não leu, mas quer muito ler?

"O Tatuador de Auschwitz", de certeza absoluta! Quero tanto ler este livro! Tem tudo para ser perfeito!

 

4 - O livro mais aguardado do futuro?

"A Prisão do Rei", que é o terceiro volume de uma coleção que eu iniciei à mesmo pouco tempo: "Rainha Vermelha".

 

5 - O livro que mais te decepcionou neste ano.

"A Cabana", sem sombra de dúvidas! Não consegui nem chegar ao fim e até estava com expectativas bem altas.

 

6 - O livro que mais te surpreendeu este ano.

"Tia Guida", mais uma vez. Assisti a uma palestra do autor do livro, onde ela falou imenso sobre este livro, mas quando o li, "mind blow"! Tem tanta coisa que ele não revelou na palestra e que eu achei muito interessante de ler.

 

7 - Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro neste trimestre, ou que você conheceu recentemente).

P.C Cast, autora da coleção "Casa da Noite". Já conhecia os seus livros, que estão quase desde sempre na biblioteca da minha escola, mas nunca tinha tido coragem de ler um dos seus livros. Ainda bem que li...

 

8 - A sua quedinha por personagem fictício mais recente.

Stevie Rae! Por favor não morras em "Casa da Noite"!

 

9 - Seu personagem preferido mais recente.

Não é bem recente, porque sempre gostei muito dele! Mas agora com a saída do último filme e com a coleção de livros completa, posso dizer que é o Newt de "Maze Runner". Gostei mais dele do que do protagonista!

 

10 - Um livro que te fez chorar nesse primeiro trimestre.

E mais uma vez, "Tia Guida"! Já sabia o desfecho desta história, mas mesmo assim ainda caíram uma ou duas lágrimas.

 

11 - Um livro que te deixou feliz neste primeiro trimestre.

Ainda não li, mas fiquei super feliz, saltei de alegria e abraçei muito uma amiga minha quando ela me ofereceu um lviro que eu quero muito ler: "Rainha Vermelha".

 

12 - Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2018.

"Extraordinário"! Mas que filme...extraordinário!

 

13 -  Sua resenha favorita desse primeiro trimestre (escrita ou em vídeo).

A resenha do livro "It - A Coisa" que infelizmente ainda não saiu cá em Portugal e eu quero muito ler! A resenha foi feita por uma youtuber, Vitoria Dozzo, e ela fala muito de livros. 

 

14 - O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano.

Foram quatro! "Maze Runner - Prova de Fogo", "Maze Runner - A Cura Mortal", "Rainha Vermelha" e "25+ - A Vida é uma Escola".

 

15 - Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

Hum, eu fiz uma lista e não é pequena:

- A Coleção inteirinha de "Caçadores de Sombras" - Cassandra Clare

-  Os últimos três livros da coleção "Anjo Caído" - Lauren Kate

- "Às Cegas" - Josh Malerman

- Toda a coleção de "Rainha Vermelha" - Victoria Aveyard

- "Carrie" - Stephen King

- "A Cúpula" - Stephen King

- "The Shining" - Stephen King

- "It, a Coisa" (Se o publicarem este ano, claro!) - Stephen King

- "A 5ª Vaga" - Rick Yancey

- "A História de uma Serva" - Margaret Atwood

- Toda a coleção de "A Quimera de Praga" - Laini Taylor

- E vou tentar ler os livros da série "Sangue Fresco" - Charlaine Harris

- "A Cada Dia" - David Levithan

- "Mil Vezes Adeus" - John Green

 

Agora falta o dinheiro! 

__________________________________________________________________________

 

Espero que tenham gostado! E como eu disse, em breve o blog volta à normalidade!

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

 

21
Abr18

Resenha do livro "Tia Guida"

João Jesus e Luís Jesus

Tia Guida.jpg

Não sei se conhecem um escritor chamado André Fernandes.

Se não conhecem, acho que é obrigação conhecê-lo, porque é fantástico!

Este escritor português, é muito conhecido pelo êxito que fez com o seu primeiro livro, "Tia Guida", publicado pela Chiado Editora em 2013. 

Ele costuma fazer imensas palestras em escolas, por isso, se forem alunos e tiverem a oportunidade de assistir a alguma das suas palestras, não hesitem. São fantásticas! 

Conheci o André numa dessas apresentações, mas já conhecia o seu trabalho, mas nunca tinha tido oportunidade de ler um dos seus livros. 

Quando vi que ele iria à minha escola, contei os dias até aquele dia, pois era um dos escritores que eu mais queria conhecer.

Então, chegou o desejado dia e não me arrependi nem um bocadinho de ver a palestra! Foi mesmo espetacular e também perdi a aula da Matemática, por isso foi 2 em 1. 

Agora sem brincadeiras, foi uma sessão muito tocante. Eu próprio me admirei com várias coisas que ele falou, como a história da sua tia, que está escrita neste livro, problemas na escola e etc.

Depois, também soube que ele já tinha ouvido falar de mim, mas fiquei um pouco envergonhado porque detesto quando me metem em assuntos em que não precisava de ser metido. Não gosto muito de ser o centro das atenções, mas nesse dia até gostei, pois pude falar com ele sobre algumas coisas, como publicação de livros e apresentações.

Fui o único que fez imensas perguntas da minha turma. Estava muito curioso! Cheguei ao fim da apresentação imensamente surpreso. E claro, comprei o primeiro livro imediatamente e o André autografou, com muito carinho.

Mas como estava a meio de uma lista enorme de leituras, só tive oportunidade de ler o livro num destes dias e devorei-o. Mas que história! Ensinou-me imensas coisas!

Também comprei o segundo livro, pois fiquei muito curioso acerca de tudo o que o André contou na apresentação. Mas ainda tenho mais alguns livros para ler, por isso, por muito que me custe, só o vou ler daqui a algum tempo.

Recomendo muito, muito, muito este livro! É um livro que fala principalmente sobre não deixarmos de amar uma pessoa muito próximo de nós por esta estar doente. Ainda a devemos amar mais nesses momentos. 

Este livro fala sobre a história da Tia Guida, tia quase mãe do André. O André conta que tratava a sua tia como a sua segunda mãe, assim como o seu tio Jorge, que também tive oportunidade de conhecer na apresentação.

Um dia, a Tia Guida começou a sentir-se um pouco mal e conseguiram convencê-la a ir ao médico. E, infelizmente, descobriram que esta padecia de um tumor no estômago, já num estado muito avançado.

No livro, o André conta muitas vezes o seu medo de perder a Tia. Conta também as várias coisas que fez para acompanhar sempre a sua tia para todas as consultas e tratamentos, pois não a queria deixar sozinha nesses momentos difíceis.

E uma coisa que também me surpreendeu foi como os amigos do André o ajudaram nessa situação. Foi incrível ver como a verdadeira amizade é poderosa nos momentos em que mais precisamos.

Outra coisa que não pude deixar de sorrir neste livro foi a extravagância da simpática Tia Guida. Mesmo com essa doença, ela nunca perdeu a sua força e mesmo nos dias mais díficeis, insistia em usar o seu lenço preferido ou um chapéu ou mudar o seu penteado, pois uma das coisas que a Tia Guida mais gostava era de estar bonita. Apreciei muito ver a sua força no momento mais díficil da sua vida.

Desejei mesmo que não acontecesse o que aconteceu. Adorava conhecer a simpática Tia Guida. Queria mesmo muito, fiquei com uma enorme vontade depois de ler este livro. Era de certeza uma pessoa fantástica.

O livro está repleto de várias histórias durante esse período, por isso recomendo mesmo que o leiam. É muito tocante, mas com uma mensagem bela.

E também, este foi o livro em que senti vontade de sublinhar algumas frases, mas a que mais me tocou foi esta, dita pela mãe do Marcos, um grande amigo do André que também teve cancro no sistema linfático: "Enquanto há vida, há esperança."

Leiam, porque vale cada página.

PS: André, se estiveres a ler isto, eu tentei ver "3 Cartazes à Beira da Estrada", mas não gostei! Desculpa, mas continuo a achar que "A Forma da Água" foi o justo vencedor! 

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

21
Dez17

Resenha do filme "Star Wars - O Regresso do Jedi"

João Jesus e Luís Jesus

580533.jpg

Para quem ainda não sabe, sou um grande fã de Star Wars.

Quando era pequeno eram muitas as publicidades que passavam na televisão sobre naves brinquedo de Star Wars, bandas desenhadas de Star Wars, tudo de Star Wars...

Então há cerca de três anos resolvi ver um filme da tão famosa saga. Comecei por "O Império Contra-Ataca", pois diziam que era o melhor.

Gostei, mas passado muito tempo é que tive vontade de me agarrar outra vez e dessa vez comecei pelas prequelas. 

Só que depois de ver pela segunda vez o "Império Contra-Ataca", não me apeteceu ver logo de seguida o "Regresso do Jedi", então esqueci-me um pouco da saga.

Porém, esta semana saiu um novo filme de Star Wars: "O Último Jedi". Lembrei-me outra vez que ainda me faltava ver o outro e vi-o ontem. Mal posso esperar por ver "O Despertar da Força", parece estar fantástico.

Gostei muito deste filme! Claro que os efeitos especias de antigamente não tinham nada a ver com os de agora, mas até estão aceitáveis.

É um filme muito divertido para quem gosta do espaço e de fantasia, eu gosto de ambos. 

Recomendo que vejam todos esta saga, pois é muito divertida. Tem momentos para rir, para chorar e para torcer por alguns personagens.

"O Regresso do Jedi" começa após Luke fugir de Cloud City, após descobrir que Darth Vader era o seu pai. Han Solo é preso em gás carbonite e é vendido ao poderoso Jabba, The Hutt, que vive em Tatooine.

Leia, Luke, R2-D2 e C3PO, regressam a Tatooine para resgatar Han Solo e finalmente por um fim no Lado Negro da Força.

Por outro lado, Vader é cada vez mais assombrado por sentimentos de compaixão com o filho e teme que esteja a sair do Lado Negro. Ele está a construir uma nova Estrela da Morte, ainda mais mortífera que a anterior. Porém, a construção desta está lenta e o Imperador Palpatine, o chefe do Lado Negro da Força, é obrigado a ir ver o que se passa com esta e ao mesmo tempo, tentar atrair Luke para o Lado Negro.

Em Tatooine, Luke manda C3PO e R2-D2 irem ao palácio de Jabba tentar negociar e recuperar Han Solo. Jabba não concorda e faz com que os dois andróides sejam seus súbditos.

Então, Leia disfarça-se em caçadora de recompensas e leva Chewbacca consigo. Jabba aceita Chewbacca e Leia na sua corte e de noite, Leia tenta salvar Han Solo, mas era tudo uma cilada e Jabba prende-a e obriga-a a gostar dele.

Então, Luke é forçado a aparecer e tenta libertar os amigos, mas Jabba consegue derrotá-lo e faz Luke cair num poço onde se encontra um monstro.

Luke derrota o monstro, mas Jabba sentencia-o e aos seus amigos à morte no deserto, comidos por uma criatura que

os irá digerir lentamente durante milhares de anos.

Será que Luke conseguirá escapar? Irá derrotar o seu pai, Darth Vader? Irá ele sucumbir ao poder do Lado Negro?

Vejam este filme porque apesar de ser antigo, é muito divertido!

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

 

09
Nov17

Resenha do filme "O Herói de Hacksaw Ridge"

João Jesus e Luís Jesus

MV5BMjQ1NjM3MTUxNV5BMl5BanBnXkFtZTgwMDc5MTY5OTE@._

 Esta semana tive o prazer de assistir a um filme que eu queria muito assistir.

Não sei se sabem, mas a minha disciplina preferida é História! Adoro História!

Então, no outro dia eu estava a pesquisar alguns filmes em que um dos meus atores preferidos participa (Nathaniel Buzolic) e encontrei um que eu já conhecia pelo título.

Este filme ganhou vários Óscares, então eu fui ver a sinopse do mesmo. E era um filme sobre os Americanos no período da Segunda Guerra Mundial!

Vi alguns trailers, li algumas críticas e cheguei à conclusão que o tinha mesmo de ver.

"O Herói de Hacksaw Ridge" é um filme de 2016 e eu acho que é um filme maravilhoso. Gostei muito do filme, mas a sua parte final foi um pouco cansativa. 

Também fiquei um pouco triste com a participação de Nathaniel Buzolic, que só participou no filme durante uns míseros cinco minutos, como irmão da personagem principal. Mas pronto, ainda apareceu num filme premiado!

Este filme retrata uma história verídica. 

"O Herói de Hacksaw Ridge" fala sobre Desmond Doss, um rapaz de uma família conhecida. O seu pai tinha andado na Guerra e todos os dias, este visitava o cemitério para contar algumas novidades aos seus amigos mortos na Guerra.

Desmond gosta de ajudar os outros, principalmente depois de um grave acidente quando era criança, em que quase matou o seu irmão com um tijolo na cabeça. Desmond começa a querer ajudar todas as pessoas que necessitam de ajuda.

Um dia, um homem fica preso debaixo de um carro e Desmond consegue retirá-lo, acompanhando-o até ao hospital. 

Lá, Desmond conhece uma enfermeira chamada Dorothy. Eles falam durante alguns minutos e Desmond apaixona-se por ela. 

Eles começam a aproximar-se cada vez mais e Desmond revela que sempre quis ser médico. Dorothy empresta-lhe alguns livros e este começa a aprender cada vez mais sobre a medicina.

Um dia, chega à sua cidade, as inscrições para se alistarem no exército. Sem dizer nada, o irmão de Desmond inscreve-se e revela à família ao jantar.

O seu pai fica furioso, pois eles podiam escolher entre lutar ou ficar em segurança em casa.

Desmond pensa naquilo a noite toda, enquanto ouve a sua mãe e o seu pai discutirem, como faziam todas as noites. No dia seguinte, Desmond alista-se no exército como médico.

Ele conta a Dorothy, que fica devastada. Esta oferece-lhe a sua bíblia com a sua foto e promete casar-se com ele antes deste ir para a Guerra.

Nos treinos do exército, Desmond arranja problemas. É alvo de gozo dos colegas, pois Desmond recusa-se a agarrar numa arma, por causa do incidente de infância. Desmond quer apenas ajudar os outros, sem ter de agarrar em alguma arma e também quer ter folga ao sábado, para rezar.

Mas isso não é fácil, Desmond terá de atravessar muitos obstáculos para conseguir o que quer.

Recomendo a visualização deste filme, mas só a pessoas que consigam ver cenas muito fortes, como bichos a comerem corpos e membros de corpos a saltarem com as explosões.

Recomendo mesmo muito, pois é um filme incrível com a participação de Andrew Garfield, Vince Vaughn e Teresa Palmer. 

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

13
Out17

Resenha do filme "Batman V Superman - O Despertar da Justiça"

João Jesus e Luís Jesus

batman-v-superman-dawn-of-justice-6bcplvkhowcjthxw

 Uma palavra...Adorei!

Devo dizer que fiquei apaixonado pelo Universo da DC Comics! Acho que gosto mais dos seus filmes do que gosto dos da Marvel, mas esta também tem filmes muito bons, como "Deadpool" e "Guardiões da Galáxia" que eu adoro.

Mal acabei de ver "Homem de Aço", fiquei muito ansioso por ver "Batman V Superman - O Despertar da Justiça", porque o anterior foi muito bom!

Bem, este filme recebeu "prémios" de pior roteiro e pior filme, mas eui achei que o filme ainda estava melhor que o anterior! Eu adorei!

Gostei da história, do elenco e estou morto por ver "Mulher Maravilha" e "Liga da Justiça". Mal posso esperar!

Por isso, recomendo muito a visualização deste filme, assim como todos os novos filmes da DC, estão maravilhosos!

Este filme foca-se principalmente em Bruce Wayne (Batman), que quer vingar-se do Super-Homem, pois este trouxe ainda mais crimes e destruição desde que se revelou aos terrestres.

Temos também nos créditos iniciais do filme, a história de Bruce Wayne, tão bem conhecida por aqueles que viram os filmes de "Batman", como eu. 

O filme começa em Metropolis, quando Zod estava a tentar destruir a Terra para criar a nova Krypton. Bruce Wayne chega a Metropolis para ajudar um amigo que trabalha na sua empresa.

A destruição é imensa e Bruce atravessa uma enorme parede de pó devido à queda do edíficio da sua empresa. Bruce ajuda uma criança em perigo e de repente, vê o seu amigo.

Ele está debaixo de uma parede, mas ainda vivo. Ele diz não sentir as pernas.

Bruce consegue mover a parede com ajuda e salva o amigo, porém este não consegue voltar a andar.

Bruce culpa o Super-Homem por todas estas desgraças e promete vingança, pois este destrói cada vez mais a Terra.

Passam-se meses e em Gotham, a atividade criminal começa a ser maior. Batman captura cada vez mais criminosos, marcando-os com o seu morcego. Depois na prisão, Bruce dá ordem a alguém da sua confiança para matar esse criminoso.

Clark (Super-Homem) trabalha agora no Daily Planet, com a sua amada Lois. Lois é enviada para a Arábia para investigar um caso estranho.

A meio da entrevista na Arábia, Lois é atacada de surpresa pelo grupo entrevistado, que é terrorista. A CIA ordena que destruam a zona, mas o Super-Homem chega e destrói o missil e salva Lois.

Porém, alguém mata a maioria das pessoas naquela cidade, atirando as culpas para o Super-Homem.

Este começa a ser mal visto pela sociedade e estes querem que ele assuma os seus crimes.

Lex Luthor, um grande empresário, tenta convencer a senadora June Finch a aceitar que ele transporte uma grande pedra de kryptonite, uma pedra radioativa que é como venenosa para os kryptonianos, como o Super-Homem. Esta pedra apareceu algures no Índico, depois de Zod tentar transformar a terra em Krypton.

Bruce quer vingança pela morte de muitos humanos e começa a formar um plano contra Super-Homem. 

Será que Bruce conseguirá vingança? Irá o Super-Homem admitir os seus erros? O que pretende Lex Luthor?

Este filme é muito longo, mas divertido de ver! Recomendo muito!

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL