Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

04
Nov16

Resenha do filme "The Conjuring 2 - A Evocação"

João Jesus e Luís Jesus
Olá!
Hoje trago-vos a resenha do filme que decidi ver com a minha turma no Halloween e que acabei por ver o resto em casa, às escuras!
Este filme foi considerado um dos mais assustadores deste século XXI , mas não entendo o porquê! Sim, têm muitas partes assustadoras, mas nada demais!
Conjuring


Estou a falar do filme "The Conjuring 2 - A Evocação"! Há uns tempos fiz aqui o inquérito se o via ou não, pois foi o meu primeiro filme de terror e parecia ser muito assustador. Lá decidi mostrar à minha turma que até gostou do filme, mesmo não o conseguindo ver todo.
Na verdade, nem achei o filme grande coisa. Assustou-me em algumas partes que me fez saltar da cadeira da minha sala de aula, mas sustos quase óbvios. Gostei mas esperava mais, porque era "O Maior filme de Terror deste século". E no fim até se revelou não ser. 
Esta história é uma parte verídica, pois a família retratada no filme ainda existe (parte dela) e aconteceram-lhe coisas semelhantes. Claro que a história não é toda 100% verídica, mas há partes que sim.
A personagem principal é Jannet Hodgson, uma menina normal inglesa de 11 anos. Ela tem mais três irmãos, Margaret, a mais velha, Billy, o mais novo e Johny, o irmão do meio. Eles vivem com a mãe, que é divorciada. São pobres mas são felizes.
Um dia, Jannet é apanhada a segurar um cigarro na escola, que era da sua amiga que estava a fumar. A mãe dela ficou muito chateada e não confiava na menina.
Eles foram para casa e nessa noite aconteceu algo estranho. Jannet fez um tabuleiro de Ouija e jogou com a irmã, mas nada aconteceu. Ela escondeu o tabuleiro debaixo da cama e nessa noite, Jannet acorda no sofá da sua sala.
Ela achava que andava sonâmbula e voltou para a cama. Mas na noite seguinte ela levantou-se da cama e começou a falar com alguém que a irmã não conseguia ver. Jannet falava com ela própria, mas cada vez que a "outra pessoa" falava, era ela com uma voz diferente. A irmã mandou-a calar, pois ela andava a dizer coisas estranhas como :"Esta é a minha casa!" "Não, não é! Esta é a nossa casa!" "A minha casa!".
Porém, a irmã virou-se na cama e assusta-se com Jannet levantada e estranha a olhar para ela e a gritar "Esta é a minha casa!". A irmã gritou e Jannet caiu em si. Elas contaram à mãe, mas esta não acreditou por causa do incidente do cigarro.
Na outra noite, o Billy levantou-se para ir beber água, pois tinha comido muitas bolachas e tinha sede. De repente ele viu o baloiço de sua casa andar de forma suspeita. Ele voltou para o quarto e bateu com o pé no seu carrinho de bombeiros. Ele gemeu de dor e atirou o carrinho para a tenda de brinquedos que estava montada no corredor. De repente o brinquedo foi-lhe devolvido. Ele atirou-o outra vez e mais uma vez o brinquedo foi devolvido. Ele entrou na tenda para ver o que andava a fazer aquilo e assusta-se com um homem torto feito de ossos. Ele grita e chama a mãe, que não acredita e diz ter sido um pesadelo.
Nos dias seguintes, Jannet acorda mais noites e começa a ficar possuída e a ver espíritos. A mãe acredita nela, pois presenciou algumas atividades paranormais e pede ajuda aos investigadores do paranomal, Ed e Lorraine Warren. (Estes detetives existiram mesmo e ainda vive Lorraine Warren).
Eles viajam para Inglaterra e tentam ajudar Jannet.
Será que conseguirão ajudar Jannet e a sua família? Quem será o espírito que atormenta aquela casa? 
A vossa curiosidade aumentou! Boa! Têm de ver este filme, que eu gostei, mas não têm muitos sustos! Vão gostar!

Conjuring


Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL