Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

21
Nov17

Resenha do filme "Mulher Maravilha"

João Jesus e Luís Jesus

timthumb.jpg

Como sabem, tornei-me um enorme fã da série de filmes do universo DC. 

Comecei com "Homem de Aço", de seguida "Batman Vs Superman" e agora, tive a oportunidade de assistir ao quarto filme do Universo da Liga da Justiça, "Mulher Maravilha".

A-D-O-R-E-I! Um filme fantástico!

Para quem não sabe, este filme saiu este Verão e é um dos melhores filmes da DC. Recebeu críticas muito positivas. 

Acho que este filme mereceu as incontáveis críticas positivas que recebeu! Está completamente incrível! 

Este filme já devia ter sido feito aos anos! Pelo que li, o filme "Mulher Maravilha" estava em negociações há muito, muito tempo, mas nunca tinham conseguido trazer esta linda história ao cinema.

Até que chegou alguém que conseguiu que esta grande história, chegasse ao mundo do cinema: Patty Jenkins. Esta senhora foi responsável por dirigir todo este filmes e claro, uma história de uma mulher "maravilha" devia ser dirigido por uma mulher, e esta não se saiu mal.

O filme tem uma boa história. Os efeitos especias estão divinais e deixou-me ainda com mais vontade de ir assistir ao meu filme mais aguardado do ano: "Liga da Justiça", que saiu esta semana nos cinemas.

Recomendo mesmo muito, muito, muito este filme a todas as pessoas, mesmo para quem não viu os filmes anteriores, pois este é um pouco desconectado da série de filmes da "Liga da Justiça".

O filme começa com Diana Prince, a famosa Mulher Maravilha, em Paris. Ela trabalha no Louvre e recebe uma caixa estranha, enviada por Bruce Wayne. 

Bruce envia-lhe a foto de Diana na 1ª Guerra Mundial, com três homens. Bruce tem um afeto especial por Diana e pede-lhe que esta, um dia, lhe conte a sua história.

Para quem não sabe, esta fotografia foi roubada por Lex Luthor, em "Batman Vs Superman", mas Bruce recuperou-a, após este ser preso.

Diana começa a lembrar-se da sua história.

Diana era a única criança na ilha das Amazonas. A sua mãe, a rainha das Amazonas, Hippolyta, conta-lhe que estava desesperada e que pediu a Zeus que lhe desse uma menina.

Diana é muito travessa e foge de todas as suas amas. Ela quer ser uma grande guerreira e todos os dias, assiste aos treinos da maior guerreira da ilha, Antiope.

A sua mãe conta-lhe que não se deve desejar a guerra e mostra-lhe um livro com a história da criação das Amazonas. Zeus criou o mundo e criou a sua maior criação: os homens. Os homens eram corajosos e tudo estava em paz.

Até que Ares, o filho de Zeus, ficou com ciúmes e lançou sentimentos negativos nos corações dos homens. Estes começaram guerras e Zeus decidiu que tinha de acabar com aquilo.

Porém, Ares matou todos os outros deuses e preparava-se para matar Zeus, até que este com a força que ainda tinha, o derrotou temporariamente.

Com os seus últimos suspiros, Zeus criou as mulheres, para manterem o amor e juízo nos homens. Criou também uma ilha, onde viviam as Amazonas, mulheres guerreiras encarregadas de acabar com Ares, assim que este voltasse.

Zeus também criou uma espada, "A Matadora de Deuses", que podia matar Ares, quando este volta-se. Depois, Zeus morreu.

Diana acha que um dia, Ares voltará e que Diana o matará, pois ela acha-se muito corajosa. Ela tenta negociar com a mãe, para fazer treinos diários com Antiope, para se tornar uma grande guerreira.

Em segredo, Diana treina todas as noites com Antiope. Mas um dia, Hippolyta, descobre Diana e Antiope e ordena que esta, treine Diana muito melhor do que treina as outras Amazonas, até ela ser a melhor de todas.

Passam-se vários anos, até que um dia, Diana está num treino com Antiope e para se proteger, coloca os braços à frente da cara (este é o símbolo icónico da heroína). Uma grande onda de poder espalha-se e derruba Antiope, fazendo que esta se magoe um pouco.

Diana fica triste com o seu ato e foge da área de treino. De repente, um objeto estranho cai do céu e aterra no mar da ilha.

Diana mergulha no mar para ver de perto e vê uma máquina estranha a afundar-se. Ela vê um homem, já um pouco inconsciente a afundar-se no mar e consegue salvá-lo.

Este homem chama-se Steve e agradece a ajuda de Diana. De repente, a praia é invadida por alemães, que procuram Steve. 

As Amazonas lutam com estes, mas no combate, Antiope morre para salvar Diana. Elas conseguem derrotar os alemães com a ajuda de Steve.

Elas fazem várias perguntas a Steve, com o laço de Héstia, que revela toda a verdade. Steve é um espião inglês, que se infiltrou nas forças alemãs para descobrir o que estes planeavam.

Steve roubou um caderno com notas valiosas e fugiu, caindo na ilha.

Diana acredita que Ares está por detrás daquela grande guerra e com a ajuda de Steve, decide partir para o mundo dos humanos, para matar o deus da guerra.

O filme está incrível e recomendo imenso! Adorei!

 

20916630_852581441564418_1179582757_n.png

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL