Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

07
Jan17

"Despedidas"

João Jesus e Luís Jesus
despedidas.jpgA família Monteiro era uma família que vivia em Trás-os-Montes. Eram muito felizes. E esta era composta por três pessoas: a Dona Lurdes, a mãe e senhora de limpezas, o senhor José, pai, homem e trabalhador e o seu filho Manuel, que gostava de estudar e ajudar por casa.Eram todos muito felizes na sua humilde casa, numa aldeia escondida mas não menos especial! Ajudavam os vizinhos, plantavam e semeavam muitos alimentos. Era uma família que vivia do trabalho na terra.Manuel foi crescendo e crescendo e cada vez mais, gostava de estudar, principalmente cuidados médicos.Prestes a acabar a escola, o pai de Manuel deu-lhe a notícia que lhe tinha arranjado um trabalho. Consistia em trabalhar com um grupo de homens e ajudá-los nas colheitas e coisas de género. Manuel ficou zangado, pois queria ser ele próprio a arranjar trabalho.O pai perguntou-lhe onde é que ele queria ir trabalhar e ele disse que primeiro, ia estudar mais fundo e depois ia arranjar emprego onde seria útil, e assim seguindo os seus sonhos. O pai perguntou-lhe que raio de sonho era esse e, com vergonha, Manuel revelou que queria ser médico.Os pais ficaram perplexos, pois achavam que o filho era feliz com eles a trabalhar. Então calaram-se e tentaram adiar o assunto.Manuel nunca mais falou desse assunto durante um ano. Porém, às escondidas, Manuel estudava todas as noites, enquanto os pais dormiam.Um dia farto do silêncio e dos segredos, Manuel foi a um posto médico pedir emprego. Eles disseram que não tinham vagas, mas a única que ele podia aceder era o cargo de curandeiro na guerra das Arábias, onde todo o Mundo lutava contra os Jihadistas. Manuel aceitou sem demoras e avisaram-no que tinha de estar no destino dali a três dias.Chegou a casa e começou a preparar as malas e todos os mantimentos. Remédios e muitas mais coisas.Os pais de Manuel chegaram a casa e viram aquele enorme aparato. Assustados, perguntaram-lhe o que se passava. Este respondeu-lhes que tinha arranjado emprego como curandeiro na guerra.O pai de Manuel ficou perplexo e começou a gritar com ele. Gritou com ele porque achava que este não deveria ir para o centro da guerra e que médico não era um trabalho digno de se ter.Manuel zangou-se com os pais e estes também com ele. No dia seguinte, Manuel fugiu sem se despedir e partiu para a Arábia.Os pais ficaram preocupados e com vergonha de si mesmos. Tinham medo do que podia acontecer.E esse medo tornou-se realidade. Semanas depois, foi dada a notícia que Manuel tinha ficado debaixo de escombros e não sobreviveu.Os pais choraram e fecharam-se dentro da sua casa, com vergonha do que tinham feito.Não se despediram. Não lhe mostraram alegria por Manuel ter conseguido o que queria. E no fim, Manuel despediu-se da vida.assinatura-jj

2 comentários

Comentar post

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL

Ranking