Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

18
Jan17

"Amar numa Sexta-Feira 13"

João Jesus e Luís Jesus
Amor-numa-sexta-feira-13.jpg
Olho para o relógio: são vinte e uma e trinta. É noite de sexta-feira 13 e não estás aqui, no dia em que completaríamos um ano de namoro contemplo o vazio sozinha. As velas estão acesas, o vinho ao luar, o jantar a dois está pronto, mas a tua presença ausente.Vesti-me a rigor para esta noite, trouxe comigo uma panóplia de ideias para celebrarmos; mas apenas o mar me acompanha na solidão. Foco-me no aroma libertado pelo salteado de gambas e tento buscar-te na minha memória e nos meus sentidos. Trazer-te de volta. Fecho os olhos e imagino; tento sentir-te aqui, ver-te nos meus pensamentos, percorrer com o olhar os teus contornos. No entanto, apenas consigo desenhar a tua transparência no areal e nada mais. Vagueio sem norte. Se calhar, tinham todos razão… Devia ter ignorado este dia, principalmente por ter calhado nas entrelinhas de tantas premonições. O presságio deste dia é a tua falta esta noite e acredita que se nota e sente profundamente.  Não acredito no lado sombrio e supersticioso destes dias; mas, este nosso dia ficou mais cinzento; a partir de hoje.Será o destino a tentar desunir-nos?Sinto-me amarga, fria, insensível, envelhecida. Deixei de acreditar no amor. Deixei de olhar a vida com os mesmos olhos. Queria apenas ter-te aqui. Será que é pedir muito?
Sei que: ao longo deste ano em que pouco ou nada nos vimos, em que pusemos o trabalho e os compromissos à frente do amor, em que fomos mais ausentes que constantes, deixaste de acreditar em nós e no nosso amor. Vi cansaço nos teus olhos e no teu respirar incerto. Deixaste de ter o brilho com que te conheci. Apagaste-te tristemente.

Falhamos, meu amor! E é por isso que agora me sinto incompleta na imensidão da nossa praia. Continuas a faltar tu a cada segundo que passa. Sinto a brisa marítima que se balança invisivelmente, de repente, reparo que ela faz por apagar as velas que seguram a chama do que ainda sentimos um pelo outro.

Só queria tentar contornar a imprevisibilidade desta sexta-feira, recheá-la com o melhor de nós; mas, infelizmente, parece que não fui a tempo. Inexplicavelmente, há treze longos dias que não nada de ti… prometeste estar ao meu lado, neste dia; no entanto, acabaste por não corresponder às expectativas e não vieste. Preferiste deixar-me só. Que posso eu fazer para alterar a nossa história? Só precisava de mudar uma pequena madeixa do rumo que a nossa relação levou.

Desisto. Canso-me de esperar-te. Dispo o vestido, comprado propositadamente para esta noite, desmaquilho-me, trazendo à superfície a minha beleza natural e avanço sobre o mar.

Quem sabe, tenha ao menos a sorte, de no meio das ondas encontrar os teus braços…

Ana Ribeiro, escritora e blogger do blog "Escreviver"

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL

Ranking