Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

07
Mar18

"Life Is A Journey" - Ana Ribeiro

João Jesus e Luís Jesus

e71305302dae190c0cf50818c4342a8f--tumblr-relations

Por vezes a vida prega-nos partidas, sem estarmos à espera. A rotina e o contacto com as mesmas pessoas todos os dias começam a cansar, o ser sempre tudo igual e tão mecanizado, há todo um frenesim que nos desassossega, o cansaço e a falta de paciência e de descanso acumulam-se, o stress do dia-a-dia inquieta-nos a alma. A falta de tempo para as coisas que gostamos de fazer torna tudo mais difícil e à nossa volta o sol parece querer deixar de brilhar. Fica tudo cinzento e sem brilho.

Por vezes encontro-me neste estado de espírito, onde parece que quero e que me apetece tudo mas ao mesmo tempo não quero nem me apetece nada, acho que é exaustão. Exaustão de tudo e de nada, de necessitar de tempo e de espaço para respirar, para acalmar, para fazer outras coisas, para estar sozinha só comigo. Necessito muito desse tempo e desse espaço que por vezes sinto muito a sua ausência.

A vida é uma jornada. E a vida de adulto é uma seca e não nos traz vantagens nenhumas, é tão bom ser-se criança e viver num mundo só nosso onde não existe a palavra crise, onde ainda não se pensa em ter que resolver problemas todos os dias, onde não há rotinas pré-definidas, onde não há stress. É quando se começa a crescer que tudo começa a mudar, a nossa vida começa a ficar sem fôlego, começamos a ter responsabilidades chatas e a entrar numa espécie de labirinto diário do qual umas vezes sabemos sair para respirar e outras vezes não. Andamos, andamos, andamos, mas não saímos do mesmo sítio.

Viver. Essa palavra que contempla tudo e não contempla nada. O que é viver afinal? O que é que viver significa? Viver tem que se desconstruir nos seus fragmentos únicos e essenciais; viver é como andar de para-quedas, mergulhar no vazio de braços abertos e com o vento a balançar o pouco daquilo que somos.
Viver. Não são só momentos, pessoas, gestos, sentimentos e objectos. Viver. Tem que ser tudo. A vida. O mundo. Um todo. Nada.

E Ele.

Há sempre pessoas que conseguem mudar-nos e mudar a nossa vida por completo, até nestas alturas. Pessoas diferentes. Pessoas especiais. Pessoas que marcam e nos marcam incrivelmente. Bastam para isso gestos básicos, como uma simples gargalhada daquelas que eu adoro e que só ele consegue provocar em mim e simples 5 minutos de conversa. Sobre tudo e outras coisas. Sobre a vida e como fazer dela uma estrada única.

A vida é Ele. Ele é a minha vida. Não há vida sem ele.

 

Texto de Ana Ribeiro, escritora e blogger do blog "Escreviver"

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL