Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

01
Nov17

"Estranha Forma de Vida" - Ana Ribeiro

João Jesus e Luís Jesus

21768436_1842460142734101_8200506317616948416_n.pn

 Hoje foi dia de mais um dos nossos encontros. Desde a adolescência que todas as semanas, eu, a Babi, a Sílvia, e a Nonô, às Quartas-feiras à noite, fazemos a nossa noite de mulheres. Nestas nossas noites, não é permitida a entrada a namorados ou maridos, deixamo-los em casa sozinhos a suspirar noite dentro pela nossa chegada e a imaginarem como são estas nossas noites exclusivamente femininas. Nunca lhes revelamos nada, fica tudo no segredo dos Deuses, só nós é que sabemos todos os detalhes. E vamo-nos divertir… Sozinhas.

O trabalho é outra daquelas coisas que não é convidada para a festa, nestas nossas noites, reunimo-nos e falamos de todos os assuntos de mulheres possíveis e imaginários excepto de coisas de trabalho. É mesmo expressamente proibido, mas nem sempre é fácil evitar, muitas vezes caímos no erro de falar de coisas relacionadas com o nosso trabalho. Sabem como é, faz parte do dia estarmos constantemente a falar de trabalho, é daquelas coisas que se entranha facilmente na pele. E depois não conseguimos desligar, e os assuntos acabam a fugir sempre para o mesmo.
Precisamente por causa do trabalho, a nossa noite feminina de hoje esteve mesmo para não se realizar, algo que nunca tinha acontecido até hoje. Mas entretanto a Babi ligou-nos e disse que precisava muito que nos encontrássemos hoje, que tinha uma coisa muito importante para nos contar. 
Tentamos reorganizar-nos e lá fomos, até ao bar do costume…

– Então o que é se passa?!
– Lembram-se das minhas férias em Ibiza?! Eu traí o Filipe com o Personal Trainer do ginásio do hotel.
Caiu como uma bomba.
– Tu o quê?! Enlouqueceste?!
– Talvez… Acho que não fui capaz de resistir. E por isso é que acabei tudo com o Filipe, antes fugir do que remediar.
– Tu acabaste tudo com ele para não teres que lhe contar a verdade?!
– Sim. É melhor assim. Para além disso o mal já está feito e não há volta a dar. Mais vale ele nem se quer vir a saber.
– Tu é que sabes, mas acho que fazes mal. Virares as costas aos problemas nunca foi uma boa solução. Há que encarar a vida de pé e de frente.

E dois dias depois… O Filipe acabaria por descobrir tudo.

 

 

Texto de Ana Ribeiro, escritora e blogger do blog "Escreviver"

4 comentários

Comentar post

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL