Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

08
Mai16

A História das Histórias

João Jesus e Luís Jesus

Era uma vez um menino. Sim! Um menino normal como todos os outros. Chamava-se Marco e este gostava muito de passear e brincar ao ar livre. O Marco vivia sozinho, mas era muito feliz. Um dia, houve um incêndio na sua floresta e queimou-lhe a casa toda. Muito triste, o Marco partiu daquela terra e procurou abrigo.

Andou tanto, mas tanto , que já não sentia as suas pernas. Então resolveu parar numa clareira. Sentado numa pedra, o Marco avistou uma coisa que lhe pareceu ser uma casinha pequenina e modesta, então o menino levantou-se para ver o que era aquilo.

Quando chegou à casinha, o Marco abriu a porta e entrou em casa. Lá havia comida na mesa de jantar e Marco comeu umas papinhas de aveia que lá encontrou. Já cansado, o Marco sentou-se numa cadeirinha pequena que lá encontrou. Ao sentar-se, a cadeira em que se sentou partiu-se toda. Como estava muito cansado, o Marco subiu para os quartos e lá encontrou sete caminhas pequenas. Muito depressa, Marco deitou-se numa e adormeceu.

Já eram para aí duas da madrugada quando o Marco ouviu uivos lá fora. Levantou-se da sua caminha e espreitou por debaixo da porta.

- Quem és tu que me acordaste?

-Sou um lobo! Abre-me a porta senão como-te de uma só vez!

-Nem penses, lobo idiota!

Muito furioso, o lobo deitou a porta abaixo e correu atrás do menino. Encurralado, o lobo comeu o Marco. O lobo não mastigou Marco, por isso, o menino chegou ainda vivo à barriga do lobo. Lá cheirava muito mal, porque o lobo só comia porcarias. O Marco não sabia como sair dali, até que viu um sapatinho de cristal que pertencia à Cinderela, que o lobo também tinha comido. Como o tacão do sapato era pontiagudo, o Marco furou a barriga do lobo com o sapato e conseguiu sair. Depois de sair, o Marco encheu a barriga do lobo com pedras e atirou-o ao rio. Muito feliz da sua vitória, o Marco já se estava a preparar para ir dormir outra vez, mas como tinha fome, Marco aproveitou para comer uma maçã vermelhinha que apanhou numa macieira ali perto. Ao dar uma dentada, Marco engasgou-se com a maçã e viu que esta era venenosa. Mas já era tarde demais! Marco já engolira o pedaçinho de maça. Passado uns segundos, Marco transformou-se num sapo, que ainda hoje anda por aí a pular nos campos.

João Jesus

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL